The Groundwater Project

Junte-se a nós no 1º evento do Groundwater Project, fevereiro 2021 — Mais informações
Online Platform for Groundwater Knowledge

Água subterrânea e uso intensivo

“O desenvolvimento das águas subterrâneas precisa de tecnologia adequada para perfuração e bombeamento, bem como energia barata e acessível” (CUSTODIO, 2010)

Uma de nossas palestras no Primeiro Groundwater Project Event é sobre “Água Subterrânea e Uso Intensivo”. O uso sustentável das águas subterrâneas é um dos assuntos mais importantes e atuais, pois com uma população de quase 8 bilhões e com previsão de 11 bilhões de pessoas em 2100 isto se torna essencial. Teremos que aprender a produzir alimentos suficiente sem destruir o solo, a água e o clima. A gestão sustentável das águas subterrâneas está no cerne da solução.

De acordo com a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO, 2015), o mundo enfrentará um déficit de abastecimento de água de aproximadamente 40% até 2030, isso se a taxa de consumo atual permanecer inalterada. Assim, a gestão da água com base no conhecimento científico e técnico e que considere as águas superficiais e subterrâneas é fundamental.

A água subterrânea é particularmente essencial para o consumo humano e, segundo o Programa das Nações Unidas para Avaliação da Água – WWAP (2009), é fonte de aproximadamente metade de toda a água potável no mundo. Um aquífero pode armazenar um grande volume de água e assim permitir a explotação durante longos períodos, mesmo com recarga reduzida (WWAP, 2012), mas para que seja sustentável é necessária uma gestão eficiente. Os aquíferos são reservatórios de água mais confiáveis e seu manejo é essencial para garantir que a água extraída seja restaurada para preservar esse recurso para gerações futuras. Em alguns casos, as taxas de recarga natural são insuficientes para reabastecer o aquífero, pois a explotação supera a recarga, o que implica que recarga artificial é necessária para garantir um equilíbrio hídrico sustentável. Uma vez que a degradação da água está relacionada à escassez de água, ela precisa ser avaliada objetivamente para que sejam tomadas decisões eficazes.

Um artigo de The Guardian de 26 de novembro de 2020, menciona que “cerca de 1,5 bilhão de pessoas estão sofrendo de grave escassez de água ou até mesmo seca, pois uma combinação de colapso climático, aumento da demanda e má gestão tornou a agricultura cada vez mais difícil em várias partes do globo. (…) A ONU alertou na quinta-feira que bilhões de pessoas enfrentariam a fome e a escassez crônica de alimentos como resultado de falhas na conservação dos recursos hídricos e no combate à crise climática”. A água subterrânea é um recurso fundamental para abastecer a população e ajudar no combate à escassez de água, por isso gerenciá-la de maneira eficiente é tão importante.

Segundo Manuel Sapiano, CEO da Energy and Water Agency de Malta, “as três palavras-chave de qualquer política no setor da água, em particular no nosso país (Malta), são: segurança do abastecimento, equilíbrio entre a oferta e procura e também proteção do ambiente”. Cerca de 60% de todo o uso de água em Malta é subterrâneo, o restante vem principalmente da dessalinização da água do mar ou do reuso da água. Em Malta utiliza-se túneis subterrâneos horizontais e muitas outras soluções inovadoras para o abastecimento de água.

Fonte: Cairo Water Week 2019 - Manuel Sapiano’s talk.

Adicionalmente, Custódio (2010) afirma “frequentemente a água subterrânea é o recurso hídrico local mais barato e, nos casos em que não o é, muitas vezes é devido a subsídios ocultos ou custos não contabilizados para outras fontes. No entanto, o acesso quase irrestrito aos recursos hídricos subterrâneos e a falta de regras de desenvolvimento, realizado por pessoas e entidades não cientes das propriedades do aquífero, características, restrições de qualidade e inter-relações mútuas, muitas vezes implica em problemas, às vezes graves, mas que ainda podem ser revertidos, pelo menos parcialmente. Para lidar com isso, e preservar o que é um bem comum, é necessária a gestão das águas subterrâneas em conjunto com um adequado manejo do solo e gestão da energia. Isso leva tempo, talvez mais do que uma ou duas gerações, mas é alcançável com uma combinação de esforços da administração pública e o envolvimento de todos”.

Emilio Custodio e Manuel Sapiano serão os palestrantes do Primeiro Groundwater Project Event em fevereiro de 2021. Saiba mais e inscreva-se: https://events.gw-project.org/2021

O mundo precisa de água, de água subterrânea!

Referências:

Chapter 14 of the book Re-thinking Water and Food Security:
Intensive groundwater development: A water cycle transformation, a social revolution, a management challenge by Emilio Custodio: https://www.hydrology.nl/images/docs/ihp/groundwater_governance/Intensive_groundwater_development.pdf

Cairo Water Week 2019 – Manuel Sapiano’s talk: https://www.youtube.com/watch?v=tlqhNkSebxo&ab_channel=CairoWaterWeek

The Guardian, 2009 – More than 3 billion people affected by water shortages, data
Shows: https://www.theguardian.com/environment/2020/nov/26/more-than-3-billion-people-affected-by-water-shortages-data-shows

United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization: World Water Development Report: Water for a sustainable world, 122 pp., 2015.

World Water Assessment Programme – WWAP: The United Nations World Water Development Report 3: Water in a Changing World. Paris: UNESCO, and London: Earthscan, 76 pp., 2009.